27
out

VIK WAY

por Mauren Motta

A minha praia preferida no mundo é José Ignácio. O balneário uruguayo é um dos lugares mais lindos e contemplativos que eu conheço. Lá, o entardecer dourado, o cheiro do mar e a areia branquinha fazem a vida mais feliz. Comecei a ir para José em 91 por causa do Parador da Guess – point badalado daquele tempo, que reunia um gente fina, elegante e descolada, para a mistura mais perfeita do verão: música+clericot+pôr do sol. A trilha intimista, os largos colchões brancos espalhados pela encosta virados para o mar, davam uma sensação de prazer maravilhosa para quem teve o privilégio de viver aquele tempo.

Passados os anos, o badalo da praia mudou de lado. O agito do verão em José migrou para a outra ponta, junto ao sensacional La Huella. Entretanto, no lugar onde funcionava antigo parador da Guess, surgiu o exclusivo e incrível hotel VIK Playa. A chiquérrima piscina em raia, apontada para o mar e para o sol, é uma das imagens mais deslumbrantes se pode ter do verão uruguayo. Com poucas habitaciones, e sempre full, o prazer de viver este lugar despretenciosamente sofisticado é pra pouco e bons. Aliás, bom gosto e qualidade são a marca registrada do grupo VIK, que conta com 10 hotéis incríveis em lugares como Lanzarote, La Palma, Fuerteventura & Costa del Sol (Mijas), Punta Cana, Millahue (Chile) e José Ignácio.

Pois hoje terei o prazer de conhecer mais um lançamento do grupo. É que desembarca em Porto Alegre o enólogo Gonzague de Lambert e toda a equipe Vik Retreats. Eles vem apresentar o especialíssimo vinho VIK, importado pela World Wine e produzido no Chile. A novidade também super exclusiva, custará algo como R$ 870 a garrafa. O desafio da equipe Vik – que por sinal não brinca em serviço, é levar os vinhos Vik ao penteão dos melhores do mundo. Certamente eles vão conseguir, olha só:

O vinho é mais uma aposta do multi empresário norueguês Alexander Vik, que decidiu produzir uma marca vinho de qualidade na América do Sul. Após testes geológicos e uma conclusão positiva, foi escolhida a propriedade de 4.325 hectares no Vale de Millahue, na zona de Cachapoal. Com a produção iniciada em 2006, já foram plantados 380 hectares de vinhedos. Até aí, normal, né? Só que o lugar… Ah, este é inacreditável. Bem no mood dos hotéis do grupo, a vinícola tem estilo futurista em arco precedido por um espelho d’água pontilhado com rochas de granito da região, assinado arquiteto chileno Smiljan Radic.TIPO INCRÏVEL! Lá também funciona um Spa, um restaurante, um lugar para eventos e “otras cositas más”.

Mas voltando ao vinho, a primeira safra aconteceu em 2009, desde então produzindo um único tipo de vinho: um blend de Carménère, Cabernet Sauvignon, Cabernet Franc, Merlot, Syrah. No interior da vinícola ficam as cubas de fermentação, as adegas de garrafas e os 1600 barris de carvalho francês novos e uma prática de produção sustentável que faz uso da energia solar e reaproveita água da chuva – armazenada em um lago – para irrigar os 400 hectares de vinhedos. Ali o conjunto vitivinícola se baseia num conceito holístico de sinergia entre a terra, o homem, o clima e alta tecnologia.

Ficaram curiosos? Eu também!! Amanhã conto como foi! A D O R E I !

*Imagens: divulgação

comente
tags
Compartilhe este post


Seja o primeiro a comentar!!!

Faça um comentário

Moderno

 

Old School

Rua Dr. Florêncio Ygartua, 188 - Térreo
Moinhos de Vento - CEP 90430-010
Porto Alegre / RS
Brasil

(51) 3072 6875

(51) 3028 8266

©Mauren Motta por Aldeia