26
jan

As boas novas do Brasil de Tom

Ontem (25) foi aniversário do maestro Tom Jobim. Mestre dos mestres da nossa música, ele cantou ao lado de seus parceiros uma beleza que não existe mais por aqui. Fico sempre imaginando as tiradas que ele ou Vinícius teriam sobre o Brasil de hoje. Imagina só as letras que eles escreveriam para o Brasil do caos. Um dia Fernanda Abreu disse “Rio 40ºC, purgatório da beleza e do caos”; imagina isso hoje, que faz 50ºC? Afe Maria!

Mas voltando ao Tom, como ele descreveria o andar da Garota de Ipanema dos anos 2000? Imaginei uma letra mais ou menos assim:

“Olha que coisa suada
E cheia de graça
É ela menina
Que vem e que passa
No doce balanço
Correndo pro mar…
Moça bem acalorada
Do sol de Ipanema
Aguenta menina, hoje vai fazer 50ºC
E ainda por cima vai ter arrastão…”

Tom Jobim e a Garota de Ipanema

E por aí seria com as notícias que vemos hoje em dia. Não dá pra ter inspiração nesse caos. Só mesmo se você for letrista de funk gospel pra cantar coisa boa neste país! Vish!

Sabe, sou daquelas que acorda cedinho, com a TV ligada. Adianto de manhã as notícias do dia, com um bom Toddy Ligth gelado e assistindo ao Chico Pinheiro. “Coragem”, diz ele na segunda-feira, quando a semana começa! “Graças a Deus é sexta-feira, é vida que segue!”, diz ele antes do findi. Segue mais ou menos, né Chico?

Chico Pinheiro, entre a coragem e a fé

De uns tempos pra cá o jornal aumentou e eu não estou aguentando. Na nova programação da Globo, que tem notícias das 5h às 9h da manhã, tá faltando amor no coração. Se as notícias se intercalassem entre boas e ruins, até vá lá. Mas é só tragédia! Não sei se sou eu ou o jornal, mas o fato é que não curto mais ver tanta desgraça. Essas editorias sensacionalistas em busca de audiência não são comigo!

A vida como ela é, resumida em uma hora e meia de Bom Dia Brasil, é terrível. As expectativas econômicas para 2015 não poderiam ser piores. Aí, dá uma deprê danada ver tanta roubalheira, corrupção, falta de água, falta de luz, cadeia lotada, insegurança…

Nas redes sociais, não é diferente, eu sei. Tá todo mundo contaminado. A gente abre o Facebook e o chororô é ainda pior. E não me incluo fora dessa. Sei que engrosso o caldo das reclamações diárias. Mas olha, se desse, eu faria um jornal das boas novas. Não é possível que só tenha notícia ruim num país do tamanho do Brasil!

Todos os dias trabalho com as melhores das intenções. Como empresária, pago um imposto que não me retorna, mas sigo de cabeça erguida e tentando. Como eu, tem muita gente por aí fazendo coisas legais. E cadê, TV Globo? Quero ver! Não às 7h da manhã de sábado, no Como Será?, mas no jornal diário mesmo. Não como exceção, mas como regra!

Todo mundo sabe que 2015 vai ser punk, mas adianta causar tanto sofrimento por antecipação? Sugiro então uma nova editoria nas manhãs da Globo: a editoria do BEM! Quero saber de quem não rouba, de quem ajuda o próximo, de iniciativas sustentáveis, etc e tal. Faltam bons exemplos na TV brasileira para estimular quem tá em casa. Falta mostrar o povo educado, os bons negócios, as boas iniciativas para empolgar, né?

Enfim, Tom Jobim, que tanto cantava o Brasil, se mudou para Nova York. Não quero fazer o mesmo. Por mais que eu ame a Big Apple, meu lugar por enquanto ainda é aqui! Citei a Globo porque é ao que assisto. Nas outras redes não é diferente. Então, que venham as boas novas! <3

Mauren Motta

comente
Compartilhe este post


Seja o primeiro a comentar!!!

Faça um comentário

Moderno

 

Old School

Rua Dr. Florêncio Ygartua, 188 - Térreo
Moinhos de Vento - CEP 90430-010
Porto Alegre / RS
Brasil

(51) 3072 6875

(51) 3028 8266

©Mauren Motta por Aldeia