19
abr

Fashion Revolution Week mobiliza Porto Alegre

O Rio Grande do Sul está se transformando em um polo da moda sustentável. Mais de 40 marcas trabalham com a proposta, que também inspira organizações não-governamentais e instituições de ensino. No final de abril, será a vez dessa mensagem por uma moda mais justa, que respeite as pessoas e o meio ambiente ecoar também junto à população em geral. Entre os dias 24 e 29 de abril, o movimento Fashion Revolution veste essa causa em mais de 90 países e 15 cidades brasileiras e tem em Porto Alegre uma das suas principais concentrações no Brasil.

O Fashion Revolution é uma mobilização mundial que nasceu em Londres, após uma tragédia ocorrida em 24 de abril de 2013, quando 1.134 pessoas morreram e mais de 2.500 ficaram feridas, em Dhaka, Bangladesh. No local, trabalhadores, a maioria mulheres, preparavam roupas para grifes, muitas delas famosas, em condições subumanas. Do desastre veio a conscientização e o ideal de uma moda mais justa e sustentável começou a se disseminar com o nascimento do Fashion Revolution e o questionamento: “Quem fez minhas roupas?”. No Brasil, infelizmente, também existem casos de trabalho análogo à escravidão, fato que acompanha a indústria da moda.

“Com o tema ‘Money Fashion Power’, a campanha deste ano irá abordar o fluxo de dinheiro na cadeia produtiva da moda, com o objetivo de conscientizar sobre a exploração do trabalho escravo no setor e despertar para a conscientização rumo a uma moda sustentável”, conta Cariane Weydmann Camargo, a Cacá, pesquisadora do Núcleo de Moda Sustentável e coordenadora local do movimento Fashion Revolution.

O Fashion Revolution Day, evento que abre a semana do movimento em Porto Alegre, é organizado pelo Núcleo de Moda Sustentável da UFRGS, e ocorre no dia 24 de abril, a partir das 18h30, no Santander Cultural, na Praça da Alfândega, no centro. “O objetivo é construir novas relações com o público, informar e motivar pessoas dos setores acadêmico, produtivo e varejista, sem esquecer do papel do Estado do Rio Grande do Sul, com sua tradicional lã e vocação para produção em baixa escala, que se alinha à tendência slow fashion de fabricação e de consumo de uma moda ética e responsável”, detalha Evelise Anicet Rüthschilling, coordenadora do NMS-UFRGS, que fará a mediação. O evento contará com nomes como Miguel Angel Gardetti, do Centro de Estudos sobre Luxo Sustentável de Buenos Aires, uma referência mundial no tema; Eloísa Artuso, do Fashion Revolution Brasil, e Luiz Felipe Nascimento, da Faculdade de Administração da UFRGS.

Em Porto Alegre, e em algumas cidades do interior, a programação do Fashion Revolution Week será realizada entre os dias 24 e 29 de abril, com mais de 40 atividades gratuitas e abertas ao público em geral. Confira nolink: http://www.ufrgs.br/lit/?pg=agenda

comente
Compartilhe este post


Seja o primeiro a comentar!!!

Faça um comentário

Moderno

 

Old School

Rua Dr. Florêncio Ygartua, 188 - Térreo
Moinhos de Vento - CEP 90430-010
Porto Alegre / RS
Brasil

(51) 3072 6875

(51) 3028 8266

©Mauren Motta por Aldeia