29
out

Dança contemporânea, futebol e África marcam primeiro dia do SPFW

Dando a largada apenas às 17:30, o primeiro dia do São Paulo Fashion Week começou light. Apenas 4 desfiles marcaram o início das apresentações, que, apesar de poucas, estavam recheadas de informações e tendências e brilharam com belas peças, boas referências e formatos inusitados. A MM apresenta um compacto do primeiro dia com o melhor das 4 marcas que pisaram na passarela nessa segunda.

Animale: Com inspiração na Grã-Bretanha, o tartan – padronagem de xadrez característica da Escócia – marcou o visual da Animale, imprimindo a cartela escura em tons de vermelho e verde. As lãs foram protagonistas, com destaque também para as aplicações de rendas pontuais e, também, o couro, em menor escala.  A tecnologia dos materiais é um clássico da Animale, bem como o visual mulherão que se fez presente pelos vestidos curtos e uso de transparências.

 

UMA: Com a apresentação de Rick Owens na Semana de Moda de Paris ainda fresca na memória,  Raquel Davidowicz traz à passarela da UMA a São Paulo Companhia de Dança mostrando coleção inspirada nos trajes de ensaio dos dançarinos. Em cartela em escala PB com respiros de IKB, a pegada quase ‘homeless’ das peças, marcada por sobreposições desajustadas e malhas mescladas, pode ter se valido da performance para justificar uma coleção com poucas novidades no que se refere, de fato, às roupas.

 

Tufi Duek: Eduardo Pombal apresenta o tema – não propriamente novo – das culturas africanas. Apesar de não inédito, o assunto possibilita sempre novos respiros e interpretações não literais, e foi esse o acerto do criador. O inverno da Tufi vem em seda, couro, ráfia e lã com cartela que privilegia o negro e os crus; a silhueta é seca e elegante e o comprimento vaio do curto ao midi. O destaque são os trabalhados e construções diferenciadas com os materiais.

 

Osklen: No tradicional coeficiente entre design, brasilidade e conforto, a Osklen traz, neste inverno, o mais brasileiro dos temas – o futebol. Com destaque (também na Osklen) para as lãs e sedas, a coleção passeia entre o verde, o vermelho, o amarelo e o preto adicionando, sempre que pode, sua silhueta maximizada e sua mistura de materiais tecno(eco)lógicos. Para as mulheres, o comprimento fica nos joelhos e a cintura deslocada, para cima e para baixo.

 

O dia, hoje já começou com o desfile de Alexandre Herchcovitch e segue à tarde com Acquastudio e Juliana Jabour. Fique ligado que traremos todas as novidades e destaques para vocês!

 

Imagens: FFW

 

 

comente
Compartilhe este post


Seja o primeiro a comentar!!!

Faça um comentário

Moderno

 

Old School

Rua Dr. Florêncio Ygartua, 188 - Térreo
Moinhos de Vento - CEP 90430-010
Porto Alegre / RS
Brasil

(51) 3072 6875

(51) 3028 8266

©Mauren Motta por Aldeia